::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
 
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
Região das Missões
 
Escolha a cidade ou região para localizar
Jornais, Rádios, Prefeituras e ver notícias locais.
 
 












  A - | A +
Região das Missões
19/09/2010    Fonte: A Tribuna Regional / Santo Ângelo  
POLÍCIA
Adolescente encontrada no bairro Vier teria sido morta a pauladas

Viviane: Corpo da adolescente foi encontrado ontem por volta das 10h30min.


SANTO ÂNGELO - Um crime bárbaro com requintes de crueldade e frieza, em que foi vítima a adolescente Viviane Dornelles de Moura, 17 anos, está sendo investigado pela Polícia Civil de Santo Ângelo. Ela foi encontrada ontem por volta das 10h30min, em um matagal no bairro Vier, à margem do rio Itaquarinchin.

Há fortes suspeitas de que Viviane tenha sido estuprada e morta a pauladas. Devido à gravidade dos ferimentos, o seu rosto ficou totalmente desfigurado, contou um dos irmãos da vítima, Jeferson Dornelles de Moura, 24 anos, que trabalha na Fundimisa.

O clima entre os familiares e amigos de Viviane no bairro Vier, onde ela morava, era de consternação e revolta. Já a sua mãe, a dona-de-casa Helena Batista Dornelles, 48 anos, relatou que a filha havia saído de casa, no sábado à noite, e não mais retornou. Ela acredita que a adolescente foi assassinada há dois ou três dias.

Viviane possuía ainda uma filha que, no dia 8 de outubro, completará um ano. Ela residia com a mãe e mais sete irmãos. "Quem matou minha filha não é um ser humano, e sim um monstro", desabafou, indignada, Helena.
"UMA BARBÁRIE"

Já Jeferson acredita que além de ser violentada sexualmente, Viviane foi covardemente morta.

"Foi uma barbárie", definiu o industriário, que ontem à tarde se encontrava acompanhado de outros irmãos defronte ao prédio do Departamento Médico Legal (DML). Viviane era natural de Santo Ângelo.

Jeferson adiantou que foi avistado, no local do crime, um pedaço de pau cortado a serrote, com manchas de sangue. Ele suspeita que o homicídio foi praticado por duas ou mais pessoas. A família, entretanto, não tem pistas da autoria do assassinato da adolescente.


       

Leia Também:

 

::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::












::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::

 

Central Sul de Jornais - Todos os direitos reservados